EU QUERIA TER FEITO MAIS, MUITO MAIS, DONA IVONE!

Tenho apenas dois sambas em parceria com Dona Ivone Lara, que acaba de partir para a Eternidade. Foram compostos em meados da década de 1970, numa circunstância interessante.

A “Senhora da Canção” foi à minha residência dar uma entrevista para a dona da casa, que era radialista. Conversa vai, conversa vem, resolvi botar no colo dela um cavaquinho que eu tinha lá, pra qualquer eventualidade. Aí, ela começou a cantarolar, harmonizando no instrumento, uns lararás muito bonitos. Veja mais