UM EXERCÍCIO DE JUSTIÇA

Dicionário de história da África – Séculos VII a XVI | Nei Lopes e José Rivair Macedo

“… Não vejo necessidade de qualquer povo provar, a outro povo, que construiu catedrais ou pirâmides para ter direito à paz e à segurança. Assim sendo, não é necessário que o povo negro invente um grandioso e fictício passado para justificar sua existência e sua dignidade humana de hoje. O que os negros precisam fazer é recuperar o que lhes pertence – sua história – e narrá-la eles mesmos.” Veja mais

MUITO PRAZER, DOUTOR RIVAIR! OBRIGADO, MESTRES!

José Rivair Macedo

Totalmente de volta à nossa rotina, que é dura, mas extremamente agradável porque proveitosa, é hora de agradecer aos que nos proporcionaram os momentos indizíveis que eu e Sonia vivemos em Porto Alegre, RS, semana passada. Começamos pelo homem que teve a ideia da homenagem.

Quase três anos atrás, depois de uma busca frustrada que já vinha de algum tempo, chegou-me, através da amiga Irene Ernest Dias, o nome do professor José Rivair Macedo. Tratava-se de um jovem afrodescendente, doutor em História Social pela USP e professor de História da África na UFRGS, autor de vários livros sobre suas especialidades, que incluem História da Idade Média Europeia. Pois esse brilhante historiador, sem me conhecer pessoalmente, se dispôs a me ajudar na produção da obra “História da África – Séculos VII a XVI”, publicada este ano pela Autêntica Editora e ao qual vai se seguir o volume referente aos séculos XVI-XIX, já em elaboração. Veja mais