CONSCIÊNCIA NEGRA: A SAIDEIRA

Na nossa microssérie dedicada ao Mês da Consciência Negra íamos esquecendo de um texto esboçado. Nele, falamos da ativa participação das mulheres em todas as instâncias da vida sociocultural, política e econômica do continente africano, em todos os tempos. Destacando-se como regentes ou efetivas governantes; como negociantes, proprietárias rurais, guerreiras, lideres religiosas, pensadoras e trabalhadoras enfim, elas marcaram seus territórios e suas épocas. E nesse universo, um dos capítulos que mais chamam nossa atenção é o das sinharas (signares) do Senegal, entre os séculos 16 e 19. Veja mais

CONSCIÊNCIA NEGRA, A LUTA CONTINUA

Nesta última postagem do ano, sobre o “Mês da Consciência Negra”, voltamos a abordar um tema recorrente em nossas reflexões, que é o conteúdo das ações de conscientização praticadas. Esses conteúdos são normalmente rejeitados pelo público a quem mais devemos nos dirigir, ou seja, aos jovens afrodescendentes. Veja mais

CONSCIÊNCIA NEGRA, A LUTA CONTINUA

Prosseguimos em nossa pequena série de postagens, agora lembrando, em rápidas pinceladas, como se fez o descompasso entre África e Europa, continentes que até o século XV, em termos de civilização, não estavam tão distantes quanto ficaram depois. Vejamos!

3. EUROPA E ÁFRICA, INTRODUÇÃO AO DEBATE Veja mais