EU QUERIA TER FEITO MAIS, MUITO MAIS, DONA IVONE!


Tenho apenas dois sambas em parceria com Dona Ivone Lara, que acaba de partir para a Eternidade. Foram compostos em meados da década de 1970, numa circunstância interessante.

A “Senhora da Canção” foi à minha residência dar uma entrevista para a dona da casa, que era radialista. Conversa vai, conversa vem, resolvi botar no colo dela um cavaquinho que eu tinha lá, pra qualquer eventualidade. Aí, ela começou a cantarolar, harmonizando no instrumento, uns lararás muito bonitos.

Não fosse ela mesma um “doce instrumento; pastora da emoção e do sentimento”.

Como quem não quer nada, fui lá dentro, peguei o gravador e gravei o longo solfejo. Que, devidamente fatiado, rendeu duas melodias, a de “Felicidade segundo eu”, gravado pela divina Elizeth, e “Outra vez”, ainda meio inédita, mas gravada uns cinco anos atrás no CD “Baú de Ivone”, com a minha modesta mas sincera interpretação.

Confesso que sempre tive muita vontade de fazer mais sambas, muitos mais com Dona Ivone. Tenho certeza de que nos completávamos, em letra e música. Mas o Destino não quis.

Sonho meu, sonho meu… Paciência!


Felicidade Segundo Eu (Dona Ivone Lara e Nei Lopes)


Outra Vez (Dona Ivone Lara e Nei Lopes)


 

3 ideias sobre “EU QUERIA TER FEITO MAIS, MUITO MAIS, DONA IVONE!

  1. Ouvir esses dois clásicos, o primeiro cantado pela divina cantora ELIZETH CARDOSO, e o segundo interplentado pelo compositor e escritor NEI LOPES, são duas composição registrada em dois discos que são verdadeira raridades, onde nos podemos conservar em nossa memória pra sempre a filosofia de NEI LOPES e a doce melodia da grande dama IVONE LARA.

  2. Prezado Nei,

    Do seu livro Poétnica (p. 67), venho lembrar nesse momento o belo poema “Dona”, dedicado à Dona Ivone Lara.

    Como leitora do autor, que é um mestre da nossa poesia, registro aqui uma estrofe:
    (…)
    Nela
    Notas e acordes vêm rolando
    Lá de cima
    Da Serrinha da alma
    Como o canto de todos os anjos.
    (…)

    Abraços para você e Sônia,
    Mirian

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *