“NEI BRAZ DOS GUIMARÃES BISLOPES”

Bilacpeca

O Mais-velho do Lote agradece sensibilizado a todos os envolvidos na criação/produção do musical “Bilac vê estrelas” pela alta descarga de emoção e felicidade que nos proporcionaram na récita de sábado 10 de janeiro no Teatro Sesc-Ginástico.

São essas coisas que fazem a vida da gente valer a pena!

PARABÉNS! OBRIGADUUU !!!

__

PS: Quem ainda não foi, vá correndo. E cantando!

4 ideias sobre ““NEI BRAZ DOS GUIMARÃES BISLOPES”

  1. Grande Nei, em nome de toda a equipe só posso ajoaelhar a seus pés diante das maravilhosas músicas e letras com as quais nos presenteou. Elas são a maior vedete de nosso espetáculo!

  2. Ô mais-velho também estou feliz pela sua felicidade. É isso. Nei, quando
    é que a gente vai poder ver em Sampa ou por aqui na terrinha dos lençóis. Sei que ainda é cedo, mas já tem algum plano de viagem por
    outras paragens. A felicidade do mais-velho é contagiante.

    Abraços, saúde e sucesso.
    Renê Ruas

  3. Prezado Nei,
    Sobre BILAC VÊ ESTRELAS, com ouvido aguçado e sensível, Macksen Luiz tocou no ponto certo e fez uma bela síntese: BILAC DE LETRAS E MÚSICAS IRRETOCÁVEIS. Adaptação de livro de Ruy Castro se destaca pela qualidade do trabalho de Nei Lopes.
    E então me pergunto pelos críticos literários que até agora não se pronunciaram sobre Poétnica ─ seu livro de poesias, editado pela Mórula em 2014 ─ trabalho igualmente irretocável no universo da poesia: conjunto de poemas que inauguram diretrizes poéticas na literatura contemporânea, sob vários aspectos, incluindo o rítmico e o imagístico.
    Mirian de Carvalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *