EM MEMÓRIA DO INACREDITÁVEL E INESQUECÍVEL VICTOR GIUDICE

Nei_Foto_VGiudice

A foto que encima este post foi clicada em 1966, em um escritório improvisado em estúdio, num sobrado da Rua 1º de março, esquina do Beco dos Barbeiros (do Restaurante Escondidinho). Lá, este Mais-velho defendia uns trocados como redator de uma editora que publicava livros predominantemente comerciais, para lavagem de dinheiro, como diziam as más línguas, sem comprovação. Veja mais

TIO TONGA, 80 ANOS

Tio Tonga

Se o nosso saudoso Tonga (Sebastião Braz Lopes) ainda estivesse por aqui, hoje seria dia de festa grande no Irajá – 80 anos faria ele hoje. E TODOS estaríamos lá, pois o “Tio Tonga” foi exemplar no amor que dedicava à família, e no orgulho que tinha dela.

Seu prazer em levar amigos e colegas de trabalho às nossas festas engendrou experiências pioneiras. Uma delas foi ouvirmos, na década de 1950, em primeiríssima mão, o samba Primavera, obra-prima de um certo Nelson Sargento que nem sonhávamos conhecer. Veja mais