A LUTA CONTINUA, MAS NÃO É BEM ASSIM

Em maio de 2010, Nei proferiu na ABL a conferência “O negro na literatura brasileira: autor e personagem”. Nesta foto do evento, à direita, Alberto da Costa e Silva; e à esquerda, José Murilo de Carvalho, mestres historiadores.

Na sequência da nota publicada por Ancelmo Gois em sua coluna em O Globo sobre campanha para meu ingresso na Academia Brasileira e Letras, e depois de mensagem (não publicada) em que informo minha posição contrária à iniciativa – com todo o respeito que tenho pela Instituição, em cujo quadro acadêmico tenho pelo menos quatro grandes amigos; e pelas pessoas que me vêem nesse tipo de representação do povo afro-brasileiro – acabo de receber, por e-mail a seguinte mensagem, definitiva. Leiam! Veja mais

WILSON MOREIRA (1936-2018)

Wilson Moreira & Nei Lopes

Agora, as “asas da Liberdade” – a Eterna, que é aquela de que gozam os que realmente conseguiram dizer para que vieram cumprir existência terrena – abre as asas sobre meu queridíssimo parceiro e amigo Wilson Moreira Serra. No “Quintal do Céu”, agora, Candeia, Toco da Mocidade, Dona Ivone, Wilson das Neves, Almir Guineto e outros verdadeiramente grandes melodistas do Samba, de nossa geração, abrem os portões para ele, ao jeito de Manuel Bandeira: Veja mais

EXCELENTÍSSIMA CIDADE DE SANTA MARIA MADALENA

Meu Lote, 29 de agosto de 2018.
Excelentíssima Cidade de Santa Maria Madalena
Região Serrana do Norte Fluminense
CEP 28.770-000

Ô, Madalena!

O meu peito (lado posto ao direito) percebeu tudo naquela manhã aqui no Lote, quando a Terezinha, a Simone e o Marcelo, conduzidos pelo Xará do Carro, me falaram da FLIM.

Percebeu o meu peito que, enfim, eu ia ter uma festa literária só pra mim – e pra todos os que me são caros, claro! Meu peito, então já inflado, percebeu que o M.A.R. era uma gota, comparado à exuberância de tuas matas e montanhas. E à cordialidade tranquila da tua gente. Veja mais